Bate-Papo | A biblioteca na vida de: Pieter-Jan

segunda-feira, 16 de novembro de 2020


Quando comecei a planejar tornar o Rata de Biblioteca um projeto com site próprio, tentei encontrar pessoas que fizessem uso das bibliotecas públicas e aceitassem participar das sessões de bate-papo. Foi assim que encontrei o Felipe Fagundes, e além dele, a Manu, que tem filhos que frequentam bibliotecas públicas. Como costuma ser o pai quem os leva, a Manu ficou como intermediária entre eu e o Pieter-Jan, que compartilhou como surgiu o hábito de frequentar esses espaços. 

Como foi a experiência de iniciar a leitura para crianças pequenas? 

É legal, as crianças gostam de escolher eles mesmos as historias que vão ler, daí eles ficam mais interessados e acabam pegando livros pra eles mesmos lerem/olharem sozinhos. 

Seu passado como leitor também foi incentivado ou aconteceu de forma própria? 

Minha primeira experiência com as bibliotecas públicas aconteceu quando eu estava na escola primária. Tive a sorte de ter a biblioteca local bem próxima a escola em que estudava, então nosso professor sempre levava os alunos lá. Eu também assinava um serviço mensal de contos para crianças que gostava muito. Ler os livros da biblioteca e esses contos foram incentivos dos meus pais e da escola. Depois, o hábito foi mantido conforme eu escolhia para ler aquilo que me interessava. A experiência física foi muito importante, ver, sentir, escolher... Lembro que a bibliotecária era muito gentil e prestativa, o que ajudava. Também parecia como se fosse minha primeira filiação, com o cartão com meu nome, as responsabilidades, os prazos de entrega dos livros e os pedidos para que não houvessem danos, toda a experiência de estar utilizando um serviço público, gratuito e onde todos eram bem-vindos.

Como são as bibliotecas públicas que você frequenta? 

Fantásticas!

Pensando em livros que você já encontrou em bibliotecas, quais mais te marcaram, e por quê?

Gosto mais de contos, mas nenhum que se sobressaia. 

Pieter-Jan

41 anos, desenhista CAD.


Você também tem uma história com as bibliotecas e gostaria de conversar comigo? Podemos planejar nosso bate-papo pelo formulário de contato, pela mensagem direta do Instagram, ou ainda, pela mensagem direta do Twitter!

Postar um comentário

▫Spam não são publicados.
▫Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
▫Obrigada por visitar! 💖

Instagram siga @rbiblioteca