Sobre

O Projeto Rata de Biblioteca nasceu da inconformidade com as ideias irreais do popular imaginário sobre o que são as bibliotecas públicas brasileiras, muitas vezes taxadas como locais "velhos" e com livros que "não interessam". Vendo na internet a possibilidade de dar mais visibilidade aos acervos literários disponíveis nesses locais e, quem sabe, aumentar o incentivo ao ato da leitura em um país não-leitor, resenhamos livros encontrados em bibliotecas públicas, além de promover debates sobre a literatura e as bibliotecas nacionais.

Tudo começou em Julho de 2018, em um outro endereço de blog, onde eram publicadas as resenhas dos diferentes livros que eu emprestava da biblioteca. Incomodada com os rumos sobre as discussões do consumo de livros piratas na internet, busquei mostrar a diversidade de livros que as bibliotecas possuem, e em como podemos substituir o discurso do "se não pode comprar, não pirateie" por "se não pode comprar, busque uma biblioteca." É a maneira que encontrei de promover a literatura sem entrar na mesma falácia comercial, e muitas vezes elitista, que vemos por aí.

Estamos também no Instagram, @rbiblioteca.

A idealizadora



Nascida em um munícipio de São Paulo, Tatiane, de 23 anos, descobriu nas bibliotecas uma boa forma de manter seu hábito da leitura ativo em um período que não possuía condições financeiras para comprar livros. Viu na internet um jeito de espalhar a palavra das bibliotecas, e desde então nunca mais se aquietou sobre o assunto. 

Também escrevo no Querido Clássico

Tem uma dúvida, sugestão, quer colaborar com o projeto? Nos mande um e-mail. 

Instagram siga @rbiblioteca